Por uma política para as Hidrovias

O IRICE e o Instituto de Engenharia convidam para um seminário sobre o desenvolvimento das hidrovias brasileiras, no próximo dia 27 de agosto. O seminário contará com a participação de representantes do Governo Federal  e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, dentre outros representantes do governo e do setor privado.

O modal hidroviário tem grande potencial para se transformar em vetor de desenvolvimento nacional e de integração regional, integrando e se integrando a todos os demais modais de transporte – a partir de seus 44.000 km potencialmente navegáveis apenas em território nacional. A hidrovia é o modal mais barato e eficiente para grandes cargas a longas distâncias – além de ser aquele que gera o menor impacto do ponto de vista ambiental.

O modal hidroviário apresenta grandes oportunidades como indutor e condutor da eficiência logística, contribuindo para promover a modernização das diversas regiões do Brasil – e por isso o seu fomento demanda um olhar estratégico por parte do poder público.
 
Além das vantagens em toda a cadeia logística, um mundo de novas oportunidades se abre ao modal hidroviário quando se olha o potencial de integração fluvial na América do Sul, e sua maior relevância competitiva e estratégica diante da recente assinatura do acordo comercial do Mercosul com a União Europeia. 

Uma efetiva política de incentivo à hidrovia no Brasil poderá destravar grandes oportunidades para a integração fluvial da América do Sul, a partir da interligação da Hidrovia Tietê-Paraná, Rio da Prata com o eixo de acesso ao Pacífico – via Argentina e Chile – uma via navegável e de baixo custo sobre mais de 6.000 km de integração hidroviária
.

Para a programação e inscrição (gratuita), acesse aqui: https://www.institutodeengenharia.org.br/site/events/a-importancia-das-hidrovias-no-brasil/

27 de agosto
Local: Instituto de Engenharia – Av. Dr. Dante Pazzanese, 120 – Vila Mariana – São Paulo 
Inscrições: divtec@iengenharia.org.br